Holanda - Haarlem

Holanda - Haarlem

Um bate-volta à Haarlem

 

Haarlem está situada há apenas 20 km de Amsterdam. É facilmente acessível de trem a partir da Estação Centraal (observe que os holandeses gostam de "As" seguidos!). Amsterdam dispensa propaganda. O que estamos advogando nessa matéria é o seguinte: vai à Amsterdam? Não deixe de reservar uns diazinhos para alguns bate-voltas. Em primeiro lugar porque vale à pena. Há cidades que merecem a sua visita e ponto final. Em segundo, porque o pais é bastante pequeno e permite bate-voltas, digamos assim, de qualidade. 

 

A Estação de trem de Haarlem

 

Haarlem se assemelha a Harlem, famoso bairro de Nova Iorque, não é mesmo? Mas, na verdade, é o Harlem norte-americano que se assemelha ao Haarlem holandês. Explicamos: acontece que o Harlem nova-iorquino tem origem em um assentamento holandês, cuja origem foi justamente a pequena cidade de Haarlem. Ao passar dos anos, a Harlem norte-americana começou a ser habitada por afro-americanos, mudando suas características originais, mas, sobretudo, tornando-se uma região extremamente rica em termos culturais. De todo modo, tudo começou com os "haarlenianos"...

Mas voltemos à Haarlem. Por que ir lá?

 

Uma das primeiras vistas que se tem ao sair da estação de trem..

 

 

Ao sair da estação de trem, você pegará o sentido da esquerda. Imediatamente se deparará com a rua acima (Jansweg). Vá em frente.

 

Estará rodeado pelas típicas edificações holandesas!

 

A cidade é minúscula, um dia se pode com bastante tranquilidade conhecer as principais atrações da cidade. Em cerca de 10 minutos, andando com tranquilidade e com direito à fotos, você estará no Grote Market, uma espécie de praça central, repleta de restaurantes e no seu centro a Igreja de São Bavão.

 

A Igreja de São Bavão

 

 

Depois de contornar a praça, mantenha a direção da esquerda e pegue a Damstraat. Em poucos minutos se deparará com o belíssimo Rio Spaarne.

 

Eis a primeira visão do Spaarne

 

Atravesse o Rio e continue caminhando como se estivesse retornando para a estação de trem

 

Céu azul, não é mesmo? Mas estávamos em janeiro, o frio era de rachar!

 

 

 

À esta altura já terá vista da principal atração da cidade: o Moinho De Adriaan

 

 

O moinho permite visitação.

 

As condições climáticas mudam repentinamente na Holanda. De um dia de sol logo nos deparamos com uma moderada para forte chuva de granizo. Nos acolhemos em uma fachada e ficamos ali aguardando a água gelada fechar seu espetáculo de frio. Chegamos a passar na frente do Museu Arqueológico do Haarlem, um assunto que sempre nos interessa. Mas as condições climáticas, como dissemos, não permitiram que essa visita acontecesse. No início da tarde resolvemos pegar o caminho da estação de trem. Voltamos para Amsterdam!

 

Na estação de trem de Haarlem!

 

Uma informação importante: não é preciso comprar os bilhetes Amsterdam-Haarlem-Amsterdam com antecedência. A viagem ocorre em uma espécie de trem urbano. Se dirija para a estação mais ou menos na hora que pretende embarcar, compre o bilhete ida e volta em uma das máquinas disponíveis no sagão e observe no telão os trens que passarão em Haarlem. Nada complicado.

 

Bateu em Haarlem e voltou? Voltou, é claro, na famosa Amsterdam Centraal, em Amsterdam.

 

 

Mais sobre sua viagem:

 

Roteiro para Amsterdam: