Viajar com milhagem: consolidando dicas e alternativas

17/09/2014 07:14

 

Quem conhece nosso blog já sabe que temos alguma expertise em viagens com milhagens. Argentina, Chile, Uruguai, França, Reino Unido, Alemanha, Suiça, Espanha, Itália e Irlanda foram alguns destinos internacionais que conseguimos viajar por intermédio desse expediente. É menos complicado do que as pessoas costumam imaginar. A regra geral é: converter seu consumo cotidiano em pontos e, mais adiante, passagens. Além do consumo do seu dia-a-dia, há outras pequenas atividades que poderão se somar para a boa matemática das milhagens. Tratamos desses diferentes expedientes abaixo.

 

Embarcamos para Florianópolis!

 

O Rio da Prata visto por Montevidéu

 

Antes convém dizer que os diferentes programas de milhagens existentes, todos eles, tem vantagens e desvatangens. Cabe compreender seus funcionamentos e tirar partido de suas vantagens. Por exemplo, o TAM Fidelidade (One World) costuma ter oportunidades interessantes para alguns destinos: Frankfurt, na Alemanha, é um deles. Temos registrado também, ao longo desse ano, oportunidades interessantes para Londres e Espanha (Madri e Barcelona). Com alguma raridade, é possível observar oportunidades tambéem interessantes para destinos na América Latina e América do Norte. 

 

Rumo à Santiago do Chile

 

Outono em Nova Iorque!

 

Inverno em Berlim!

 

O Smiles, inclusive em sua modalidade Smile & Money (que permite que juntemos pontos e dinheiro para aquisição de passagem), tem registrado boas oportunidades para a América do Norte e América do Sul. Registramos igualmente oportunidades interessantes para Paris. O Smiles & Money, segundo nossa experiência, precisa ser usado com alguma cautela. Como regra a transação não é justa: o Smile costumar pedir muitos pontos e uma quantia bastante razoável em dinheiro. Nessa modalidade, achamos que só vale trocar seus pontos se o desconto em dinheiro for substantivo ou equivalente ao que comsumirá em pontos. 

 

 

Quando trocar seus pontos? Para a Europa, nos últimos 6 anos, temos observado que alguma coisa em torno de 6 meses antes do embarque é o tempo adequado para trocar seus pontos. Para a Alemanha conseguimos bilhetes com a antecedência de 8 meses! Depois notamos que bilhetes com a mesma pontuação continuaram a ser liberados mais adiante. Ou seja, 6 meses antes da viagem parece mesmo ser o período adequado para viagem trans-oceânicas. Já viagens na América Latina e Brasil, 3 meses é o tempo suficiente para a troca.

 

Dublin, em janeiro de 2017

 

Maiores informações:

 

Aqui estão nossas regras gerais, para seu dia-a-dia, para o acúmulo de pontoslaura-no-mundo.webnode.com/news/como-acumular-e-utilizar-pontos-de-milhagens-e-passagens-pr%C3%AAmio-/

 

Veja como ganhar pontos com seu posto de combustívellaura-no-mundo.webnode.com/news/pontos-para-emiss%C3%A3o-de-passagens-aereas-em-postos-de-gasolina/

 

Veja como ganhar pontos avaliando destinos e hotéis que visitoulaura-no-mundo.webnode.com/news/ganhando-pontos-com-o-tripadvisor/

 

É de pouquinho em pouquinho que você conseguirá seu bilhete aéreo internacional. Paciência, como sempre, é a alma do negócio!