Frankfurt: do aeroporto à estação central de trens

28/12/2014 11:01

 

O sistema de transporte público urbano alemão é bastante eficiente e, pasme, fácil de ser usado. É claro que, de imediato, logo nos assustamos diante de tantos códigos secretos espalhados por todo o lado, um tal de alemão. Uma língua cujas palavras imensas e impronunciáveis nos remetem a cenários de desinformação e tempo perdido. Na realidade não é o que ocorre.

 

Em primeiro lugar porque os serviços públicos tem informações, além do alemão, em inglês. Em segundo lugar porque, senão a maioria, boa parte do povo alemão fala a lingua inglesa fluentemente, sobretudo à oeste do pais. Eles costumam ser pacientes e generosos com os visitantes.

 

Chegamos em Frankfurt no início de dezembro de 2014. Ao ingressar no transporte público que nos levaria do aeroporto à estação de trem central da cidade o cenário foi esse abaixo.

 

 

Um certo pavor diante da complexidade de informações disponíveis no sistema. Um sistema de transporte público rico e bem distribuido pela cidade. Mas, como dissemos, não tem mistério. Dirija-se à uma dos terminais espalhados para a venda de bilhetes. Eles permitem operações de venda de tiquetes em língua inglesa. Caso esteja no aeroporto de Frankfurt e queira se dirigir ao terminal central de trens da cidade, o caminho a seguir é este: siga as placas de indicação do sistema S-Bahn (caso esteja em um terminal diferente do 1, pegue o skyline até o terminal). Os trens S8 e S9 vão para a estação central. O bilhete é um pouco mais caro, mas por menos de 5 euros você chega ao seu destino. A viagem demora cerca de 15 minutos.

 

Exceto no percurso que envolve a ida e vinda do aeroporto pelo trem, é preciso que antes de embarcar no metrô da Alemanha você valide seu tiquete. Isto deverá ser feito em equipamentos como os que se vê acima.

 

Feito isso, pronto, embarque sem o risco de receber multa de um dos agentes que eventualmente podem te pedir o tiquete. Isso é possível porque não há roleta ou qualquer outro mecanismo que regule a entrada de pessoas no sistema. A entrada é literalmente livre. No entanto, caso você banque o espertinho e seja apanhado, a conta sai cara. Em dezembro de 2014 você pagaria 40 euros de multa pela infração.

 

A Estação Central de Trens de Frankfurt, além de farta em meios de transporte (onibus, trams, metrô e taxis), também pode ser um lugar interessante para um lanche rápido e de boa qualidade. Há inúmeros restaurantes e lanchonetes com preços competitivos.

 

 

Boa chegada!