Salvador: quais são os perrengues mais comuns?

30/08/2014 09:20

 

Salvador é uma cidade interessantíssima. As construções, a culinária, a música, as pessoas, um certo clima alegre que domina os soteropolitanos, tudo isso torna esse lugar único. Infelizmente, de todos os lugares pelos quais já passamos no Brasil e no exterior, Salvador foi aquele que revelou mais problemas. Vejamos:

 

1) A começar pela (in)segurança pública. Somos constantemente advertidos pela população, inclusive pela polícia, de que esse ou aquele caminho é perigoso e que seríamos assaltados. São tantas as falas que acabamos por ficar com certo desconforto em caminhar pelas suas belas ladeiras. Talvez não seja exagero. Assim que chegamos no Farol da Barra, por volta do horário do almoço, uma senhora havia sido assaltada. As histórias com esse tipo de desfecho se multiplicam quando andamos pela cidade de Salvador. Esse é um problema que afeta em muito a qualidade da viagem. Você pode perguntar: mas os pontos turísticos não são policiados? Sim, em todos eles vimos, em maior ou menor grau, policiamento. Apenas não esperávamos ouvir da autoridade policial que aquele lugar era "perigoso". 

 

2) Como parte da sensação de insegurança, há um outro problema que afeta muito sua vida na capital baiana: falamos da grande quantidade de pessoas que nos abordam nas ruas com intuito de vender fitinhas e outras lembranças da cidade. A abordagem, em alguns casos, é bastante indelicada e insistente. Alguns deles não se dão por satisfeitos em ouvir um "não quero". Te acompanham, te tocam, enfim, abusam de sua paciência. Basta ir ao Elevador do Lacerda para saber do que estamos falando.

 

 

3) O transporte coletivo não é de qualidade. Há muitos anos a cidade tem um metrô que não sai do papel, os ônibus são antigos. Os táxis, faça sua pesquisa na internet, são alvos de muitas reclamações. Além disso, os engarrafamentos são muitíssimo intensos, não fazem inveja aqueles existentes no Rio de Janeiro ou São Paulo.

 

 

4) Uma das belezas da cidade é a topografia. Os altos e baixos da cidade tornam o local único. Por outro lado, andar exige algum preparo físico. Caso tenha algum tipo de limitação imposta pela idade ou algum tipo de restrição física, saiba que terás um desafio nesse campo (ver: laura-no-mundo.webnode.com/news/salvador-acessibilidade-pensando-nos-pais-e-filhos-/)

 

 

Uma sugestão de roteirolaura-no-mundo.webnode.com/products/salvador-bahia-em-dois-dias/