Rio de Janeiro: Trilha do Pico da Tijuca

02/11/2016 20:20

 

Já tivemos oportunidade de tratar da Floresta da Tijuca em outra oportunidade (Ver: laura-no-mundo.webnode.com/news/rio-de-janeiro-floresta-da-tijuca/) e do seu entorno (Ver: laura-no-mundo.webnode.com/news/vista-chinesa-rio-de-janeiro/). A região é repleta de atrações e possibilidades de aventura.

 

Uma delas, no interior do Parque Nacional da Tijuca é a Trilha do Pico da Tijuca. Na escala de classificação em 3 níveis (fácil, moderada e difícil), a trilha do Pico da Tijuca é considerada moderada pelos gestores do Parque. O que isso significa? Significa uma caminhada de uma hora ou uma hora e meia pela mata. Um caminhada que não é linear, repleta de curvas e, sobretudo, subidas. É preciso ter algum fôlego. Laura, na altura dos seus 7 anos de idade, fez o caminho com tranquilidade. O problema se ateve aos pais!

 

O caminho é muitíssimo bem sinalizado

 

A sinalização, a trilha é bem marcada no chão e, ainda por cima, há marcações em árvores. Não dá para se perder!

 

O esforço, pode ter certeza, vale muito a pena.

 

 

Cansou? Podes seguir em direção a Tijuca Mirim. Ninguém, contudo, nos recomendou. A despeito de ser mais próxima, o que dizem é que o barato da caminhada é mesmo a chegada ao Pico da Tijuca. Quando você ver essa placa estará há apenas cerca de 300 metros do Pico. Continue!

 

 

Vá se divertindo com a paisagem no caminho!

 

Vista para a zona norte do Rio. Em maior destaque na foto o Engenhão.

 

Já próximo do topo você irá se deparar com uma escadaria cavada na rocha. A trilha data de meados do século 19, por iniciativa de um naturalista alemão de nome Hermann Bermeinter. Décadas depois, exatamente em 1920, o então Presidente da República Epitácio Pessoa mandou talhar na rocha os 117 degraus que permitem acesso ao incível plator no topo. O razão da trabalheira foi a visita de Rei Alberto I, da Bélgica, ao Brasil. Dizem as más línguas que o rei ficou muitíssimo decepcionado com a tal escadaria, uma vez que o monarca era, na verdade, um montanhista.

 

 

Lamentamos pelo Alberto. Acontece que, hoje, a escadaria é peça fundamental para que possamos ter fácil acesso ao topo da pedra.

 

 

Finalmente!

 

 

A vista compensa

 

 

Maiores informações:

 

Parque Nacional da Tijucawww.parquedatijuca.com.br/

 

Roteiro para a Cidade do Rio de Janeirolaura-no-mundo.webnode.com/products/rio-de-janeiro-em-3-dias/