Rio de Janeiro: o Morro da Conceição e Valongo

14/03/2015 15:48

 

Quando pensamos em morro, em se tratando do Rio de Janeiro, imediatamente vem uma imagem de confusão, pobreza e violência. Esse não é o caso do Morro da Conceição, no centro da cidade. Ponto inicial de ocupação da cidade pelos portugueses, o morro em nada se enquadra naquela descrição porque sua ocupação se deu em um contexto muito diferente, nada tendo a ver com a ocupação desordenada, típica das zonas mais conflituosas da cidade.

Seu nome se deve à antiga Capela Nossa Senhora da Conceição, construida no topo do morro no final do século 16. Por essa e outras razões, o morro deve ser visita obrigatória por todos aqueles que se interessam pela história da cidade.

Em um dos seus acessos encontra-se a chamada Pedra do Sal, rocha que até o final do século 19 - antes do aterramento - recebia as águas da Baia de Guanabara que banhavam a região. Ali era o porto de chegada dos escravos africanos que iniciariam sua dura jornada na terra brasileira. 

No topo do Morro, além do Observartório do Valongo, o visitante poderá ver a Fortaleza da Conceição.

Uma das partes mais interessantes da visita é o Jardim Suspenso do Valongo.

 

Nas proximidades do Jardim, o visitante também encontrará o chamado Cais do Valongo, onde chegou a nobreza portuguesa. Como a obra do Porto Maravilha ainda corre solta, acreditamos que essas atrações passarão, mais adiante, pelo necessário acabamento e ajustes. Será preciso!

Fora os pontos turísticos, o Morro também abriga bares e ateliês, garantia de um período agradável na cidade do Rio de Janeiro.

 

Matérias relacionadas:

 

Sugestão de roteiro para a cidade do Rio de Janeirolaura-no-mundo.webnode.com/products/rio-de-janeiro-em-3-dias/

 

Problemas e dificuldadeslaura-no-mundo.webnode.com/news/rio-de-janeiro%3a-quais-s%C3%A3o-os-perrengues-mais-comuns-/