Os cemitérios de Paris: Père Lachaise e Montmartre

13/04/2014 11:58

Pode soar estranho uma visita ao cemitério. Mas, em se tratando de Paris, não há nada de inusitado, pelo contrário. Poderiamos até dizer que não há nada de "fora do comum" em uma visita ao lugar dos mortos. Fizemos duas visitas aos dois principais cemitérios da cidade - Père Lachaise e Montmartre, com uma diferença de 10 anos. A primeira visita em janeiro de 2004, uma segunda visita em janeiro de 2014.

 

Eu estava pessoalmente interessado em visitar o túmulo de Jim Morrison, no Père Lachaise. Em 2004, em minha primeira visita, tinhamos acesso direto à lápide, sempre florida e bem adornada, mas situada em um lugar pouco acessível do cemitério. Dez anos depois, impressionou-nos o fato de o acesso à lápide estar fechado. Motivo? Bem, vários visitantes, não satisfeitos com a mera visita, queriam levar lembranças do local, mais precisamente, pedaços do túmulo e coisa do tipo. 

 

 

Jim Morrison (foto acima) é apenas uma das estrelas que habitam esse local. Políticos, intelectuais, artistas de séculos encontram-se ali em seu sono eterno. Inclusive o corpo do polonês Chopin, cujo coração eu encontrei em uma igreja em Varsóvia, mas o restante do corpo em Paris (Ver: laura-no-mundo.webnode.com/products/varsovia-em-um-dia/)

 

Sim, o ambiente é sombrio, sobretudo no inverno. Os corvos completam, com sua arrepiante trilha sonora, o ar fantasmagórico.

A visita é free. Caso fiquem dias suficientes na cidade, de modo a atenderem ao roteiro mais tradicional, o cemitério, por estranho que pareça, poderá ser uma visita bacana e até, pasmem, divertida (como se pode ver no video abaixo).