Manchester: Imperial War Museum

09/04/2014 07:18

O "incomum" se deve mais à cidade de destino, do que ao museu. Manchester é uma cidade industrial, meca da revolução industrial e do capitalismo no mundo, a partir do século 18. Não se pode dizer que se trata de uma bela cidade, se comparada, inclusive, com sua vizinha Liverpool. A característica principal da cidade é a cor vermelha, que tanto caracteriza os tijolos das fabricas e construções por toda a urbe.

 

 
Apesar do aparente desencanto inicial, há pelo menos duas atrações interessantes nessa cidade. A primeira é o universo da música, especialmente do rock dos anos 80, que ali teve início. Manchester foi literalmente palco de bandas como The Smiths e New Order. Para quem curte essas bandas, ou a música inglesa daquele período, pode ser uma visita interessante (ver: laura-no-mundo.webnode.com/news/manchester-the-hacienda-e-o-rock-dos-anos-80/.)
 
Em nossa opinião, contudo, o forte da cidade está no Imperial War Museum. A fachada moderna já é uma atração a parte (foto acima). Ao ingressar, somos imediatamente surpreendidos pelo espaço amplo, cercado de referências, é lógico, às guerras, sobretudo às grandes guerras que assolaram o continente europeu. O museu é uma experiência sensitiva, pois experimentamos até os cheiros de bombas e gazes dos campos de batalha. O auge da visita se dá quando sirenes tocam em alto e bom som, e se dá início à um espetáculo de imagens e de sons inesquecível (ver video abaixo). 
 
Maiores informações: